Seguir

FLUXO FINANCEIRO - Como e quando o(a) fazedor(a) receberá o pagamento de seus apoios?

Mensalmente, para realizar o repasse dos valores arrecadados via cartão de crédito e boleto bancário, o APOIA.se, juntamente com seus meios de pagamento parceiros, executa as seguintes operações:

  1. Envia as cobranças dos valores dos apoios prometidos, de acordo com a forma de pagamento escolhida por cada apoiador;
  2. Recebe os valores totais cobrados com sucesso pelos meios de pagamento parceiros que processam tanto as cobranças dos cartões de crédito quanto a compensações dos boletos bancários;
  3. Repassa os valores aos fazedores(as), descontando a remuneração pelos serviços prestados pelo APOIA.se e pelos meios de pagamentos parceiros.

Dependendo da forma de pagamento escolhida por cada apoiador e da data do primeiro apoio, o tempo de processamento do primeiro pagamento do fazedor(a) ficará entre um mês a um máximo de pouco mais de dois meses (o dia exato irá depender de se há algum feriado entre os dez dias úteis do mês em que for feito o repasse).

Explicação simples

Até o décimo dia útil de cada mês o APOIA.se transferirá para a conta bancária do(a) fazedor(a) (conta corrente ou poupança) o saldo total de apoios cobrados com sucesso no mês anterior e que for igual ou maior a R$ 100,00 (cem reais) líquidos, ou seja, R$100 já descontadas as taxas da plataforma e dos meios de pagamentos parceiros.

Esse saldo total de apoios cobrados com sucesso é composto pelas cobranças via cartão de crédito que foram bem sucedidas no início do mês anterior, e pelas as cobranças via boleto bancário que foram bem sucedidas em qualquer dia do mês anterior (podendo ser menos de 30 dias).

A partir de dezembro de 2018 os apoios efetivados via cartão de crédito podem ter dois prazos de cobrança e de repasse. Sua campanha terá apenas uma dessas opções configuradas:

1 - cobrança de cartão postecipada: primeiro prazo de cobrança com o qual trabalhamos, no qual os apoios são cobrados no mês seguinte ao mês de referência de apoio. Por exemplo: se o(a) apoiador(a) começar o apoio em outubro, ele(a) será cobrado(a) por esse apoio em novembro. Com isso o repasse é feito para a campanha em dezembro;

ou

2 - cobrança de cartão na hora: novo prazo, no qual os apoios são cobrados no mesmo mês ao qual se refere o apoio. O primeiro apoio é cobrado no momento da confirmação e os seguintes são cobrados no início de cada mês. Por exemplo: se o(a) apoiador(a) começar o apoio em outubro, ele(a) será cobrado(a) por esse apoio em outubro. Com isso o repasse é feito para a campanha em novembro.

Cabe sinalizar que os apoios efetivados via boleto bancário são referentes ao mês de apoio vigente e que são repassados para a campanha no mês seguinte ao mês em que forem cobrados com sucesso.

 

 

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 3 de 3
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Artigo fechado para comentários.
Powered by Zendesk